Sinalética

sinaletica

… incompreensível  (?!)
Sugestões? (contexto:  ferry boat)

O mundo será um pouco mais perfeito…

… quando se encarar a Acessibilidade como uma parte integrante de qualquer projecto e não somente como uma opção.

A maioria das empresas e instituições ainda não se  inteirou completamente  do que tem a ganhar com a implementação de medidas promotoras da acessibilidade e usabilidade nos seus websites.

É certo que os benefícios nem sempre são visíveis “a olho nú” mas, na verdade, traduzem-se em melhorias bastante significativas tanto na experiência de uso dos utilizadores como nos resultados que daí podem advir.

Eis algumas vantagens em cumprir com as regras da Acessibilidade no seu website:

  1. Um bom código de programação significa melhor posicionamento em motores de busca;
  2. Um design feito com base nas premissas da acessibilidade garante melhor usabilidade do website (há maior intuitividade e sucesso de utilização para o utilizador);
  3. Se o website é usável e acessível garante o aumento do número de utilizadores/visitantes (e consequente alargamento do público-alvo);
  4. Na venda ou promoção de produtos ou serviços, um website acessível ganha mais vantagem na exposição a potenciais compradores do que um website de acesso limitado, incrementando assim o número de vendas e fidelizando os seus clientes;
  5. À entidade que tenha este tipo de preocupações é-lhe associada uma maior responsabilidade social e também uma imagem inovadora e profissional.
     

Serão estes argumentos suficientes para si?

O que andamos a fazer

Uma das principais preocupações da Designability é que os nossos projectos de webdesign respeitem as normas da acessibilidade e que sejam totalmente usáveis, de maneira a facilitar e melhorar a experiência dos utilizadores.
Porque queremos sempre aprender a fazer melhor, tentamos estar com constante actualização com as melhores práticas e soluções nesta área, quer através de publicações sobre especialistas da área, quer por meio de cursos e conferências.

Visando obter mais formação neste tema que é a Acessibilidade Web, a Designability participou, durante a semana passada, num conjunto de workshops que têm como objectivo organizar um laboratório de testes de acessibilidade.
Nesses workshops definimos as matrizes de avaliação dos testes de acessibilidade e o tipo de utilizadores utilizados para a amostra. Serão analisados e medidos os comportamentos dos utilizadores perante as tarefas distribuídas, as dificuldades de uso e navegação, a intuitividade da semântica e da estrutura do site, entre outros.
Toda a actividade vivida durante os testes de acessibilidade é registada em notas e meios audiovisuais, que serão depois processados sob a forma de um relatório, que dirá quais os pontos fracos ou problemáticos do website em questão e de que forma os podemos corrigir.

Não podendo, por enquanto, levantar muito mais o véu a este assunto, adiantamos que estes testes irão efectivamente acontecer no início do ano que vem, colocando à prova um dos projectos que temos em desenvolvimento.
Oportunamente daremos mais informação sobre este assunto.

teste de acessibilidade

Utilizador com problemas severos de motricidade a efectuar um teste de acessibilidade.